A Princesa e a Costureira estréia em São Paulo

A Princesa e a Costureira estréia em São Paulo
A peça infanto juvenil A Princesa e a Costureira estreou 9 de julho no Centro Cultural São Paulo (CCSP) e conta a história de uma jovem princesa que está prometida em casamento para o príncipe do reino vizinho, porém se apaixona pela costureira do seu vestido de noiva. O texto da peça é uma adaptação do livro homônimo da escritora Janaína Leslão, que por cinco anos buscou editoras que aceitassem publicar sua história.
 

Com uma linguagem acessível, a peça, que é produzida e encenada pela companhia O Teatro da Conspiração, modifica a estrutura dos contos de fadas tradicionais com um texto que aguça a reflexão de crianças e adolescente sobre as chamadas “diferenças”, que não devem ser traduzidas em “desigualdades”.
A encenação apresenta músicas compostas originalmente para o espetáculo, adereços cênicos e figurinos que se transformam de acordo com o enredo, dando agilidade à trama. Na atuação, os atores mudam constantemente de personagens, em forma de jogo, sugerindo a necessidade de nos colocarmos para entendermos diferentes formas do ser.
 
A companhia O Teatro da Conspiração foi fundada em 2000, em Santo André e coordenou entre 2005 e 2015 o Projeto-Oficinão no Parque Escola de Santo André, produzindo diversas montagens com atores iniciantes. A companhia realizou diversos espetáculos adultos e infantis no grande ABC e na capital, sendo premiada em diversos festivais.
 
A peça A Princesa e a costureira recebeu em 2015 o Programa de Ação Cultural (ProAC), referente a Apoio a projetos de promoção de manifestações culturais com temáticas LGBT. Ela fica em cartaz no CCSP até 4 de setembro.

Sobre o Autor

Thais Oliveira Santos

Jornalista de profissão, sagitariana nata, otimista sempre.De todas as coisas que eu gosto, escrever está entre as 5 melhores. Ser mãe me mostrou uma pluralidade incrível e uma tolerância notável. De tudo que passei, não mudaria nada pra chegar até aqui.

Sem Comentários

Deixe uma resposta