Alimentação na gestação – mitos e verdades

Alimentação na gestação – mitos e verdades

A alimentação na gestação é um período muito especial para todas as mulheres , elas passam por fases transitórias em todo esse processo que dura normalmente nove meses. É uma fase mágica, cheia de descobertas, sensações diferenciadas em cada uma especificamente. Mas, o fato é que toda mulher precisa saber exatamente o que comer para manter a sua saúde e a do seu bebê . Não deixe de marcas as amigas grávidas  nesse post.

No primeiro momento, ou seja, quando toda mulher descobre que está grávida abre-se um leque de experiências  que ela sabe que terá que passar , principalmente quando é a primeira gestação , são muitas dúvidas , questionamentos e ansiedades .

Logo, que ocorre a fecundação , o bebê começa a ser alimentado pelo sangue da mãe . Quando a mãe antes mesmo da gravidez, já tem bons hábitos , não bebe ,não fuma , não está no sobrepeso  , pois se alimenta de forma saudável , a probabilidade dessa criança ter um bom desenvolvimento é muito maior do que de uma criança, cuja  gestante não é promotora de saúde.

Segundo a OMS, mães que  tem certos genes patológicos passam para o bebê, deixando a criança propensa também a desenvolver certas doenças na vida adulta . Hoje, isso serve também para os papais , os genes  do homem também influenciam poderosamente na genealogia do seu filho .

Mamães que querem engravidar devem estar atentas e estimuladas a praticar bons hábitos, e hoje os  papéis encaixam -se na mesma linha. Na gestação é fundamental adotar certas práticas que vão influenciar profundamente no bom desenvolvimento do bebê .E um dos primeiros hábitos é a alimentação saudável  e o descarte total de fumo e álcool.

alimentação1

No primeiro trimestre é importante a ingestão do ácido fólico e de vitaminas que vão suprir todas as necessidades da mãe e do bebê. Esse período é onde ocorre o desenvolvimento do bebê , toda a parte do tubo neural está em formação , por isso é necessário a suplementação com ácido fólico.

Nessa fase , a mãe também precisa de nutrientes como ferro , ômega 3 , dentre outros , pois o bebê está sendo alimentado pelo sangue da mãe , por isso é necessário repor inúmeros nutrientes , afim de evitar anemia e déficit de vitaminas.

Nas outras fases, é importante aumentar a ingestão calórica, pela demanda de nutrientes , devido ao aumento do peso feto. Acredito , também , que muitas mães se preocupam com a questão do seu  peso no período de gestação , mas é importante prestar atenção para que isso não atrapalhe o seu bebezinho em formação.

Atendo muitas mulheres em consultório e pude notar que essa preocupação tem sido excessiva , e às vezes , por falta de orientação , algumas gestantes passam a seguir dietas por conta , prejudicando a saúde do seu bebê. As mamães costumam ficar bem aliviadas quando eu falo que é possível seguir mesmo na gestação uma reeducação alimentar , suprir as necessidades do feto e ainda emagrecer rápido após a gravidez , elas ficam muito felizes , principalmente , depois de alguns meses, quando ainda estão amamentando e percebem que perderam bastante peso com orientação e força de vontade.

É muito gratificante ajudar mulheres nessa fase tão especial , delicada e surpreendente , fico satisfeita e feliz com cada paciente que consegue passar pela fase gestacional com muito êxito.

 

Mitos e verdades:

  • Adoçantes devido pesquisas com a sacarina e o ciclamato e suas ligações com o câncer , eu prefiro evitar que as pacientes consumam e bom salientar que o aspartame , substância encontrada também em produtos diet , são proibidos em gestantes com fenilcetonúria (mal congênito e raro que se caracteriza pela ausência de uma enzima que faz o metabolismo da fenilalanina e que é diagnosticado no teste do pezinho.
  • Cerveja  deve ser abolida devido a quantidade de álcool , que realmente pode causar danos ao desenvolvimento do bebê.
  • Carnes Cruas deve ser evitada , pois pode haver contaminação por bactérias.
  • Peixes podem ser consumidos , mas evite as versões cruas , também para evitar contaminação por bactérias.
  • Toda gestante deve ter uma alimentação específica , afim de fornecer todos os nutrientes para a criança e equilibrar o seu corpo para isso , para que essa oferta ocorra de forma natural , prazerosa e sem sofrimento. Boa sorte mamães !!!

Observação : o profissional da nutrição ajuda a gestante em todo o aspecto nutricional e comportamental , se você tem dúvidas em relação a sua alimentação na gravidez , questões associadas ao peso , estética e depressão , a nutrição pode ajudar e muito .

 

Amanda Mendes Demigio

 Nutricionista – 20318

Tel: 13 33246081 / 13 78082487

https://www.facebook.com/amanda.demigio

 

 

Sobre o Autor

Thais Oliveira Santos

Jornalista de profissão, sagitariana nata, otimista sempre.De todas as coisas que eu gosto, escrever está entre as 5 melhores. Ser mãe me mostrou uma pluralidade incrível e uma tolerância notável. De tudo que passei, não mudaria nada pra chegar até aqui.

Sem Comentários

Deixe uma resposta