Hoje é dia do folclore nacional. Aproveite a data e apresente uma história as crianças.

Hoje é dia do folclore nacional. Aproveite a data e apresente uma história as crianças.
Hoje é o dia do folclore nacional, aproveite a data para relembrar histórias e brincadeiras típicas da cultura brasileira com seus filhos. As brincadeiras de folclore fazem parte do imaginário popular do povo brasileiro. Mas o que isso significa? Na verdade, a própria origem da palavra ‘folclore’ revela a resposta. Clica e confere:

Folclore, como conhecemos, vem da união de duas palavrinhas em inglês: folk e lore. A primeira significa povo e a segunda, ensinamentos.
Portanto, no dia do folclore celebramos os conhecimentos transmitidos de geração em geração através dos contos, lendas, danças, festas e brincadeiras inventadas pelo povo.
 
Nesse contexto, o movimento #livreparadescobrir, promovido por OMO e que incentiva o brincar livre na rotina das crianças como atividade essencial para o seu desenvolvimento, traz várias sugestões de como incluir o folclore nas brincadeiras infantis.
 

Lendas e histórias

 
Quem não se lembra das lendas do saci, do boto-cor-de-rosa, da cuca? Todas essas histórias são parte do imaginário popular passadas de pais para filhos. No dia em que comemoramos o folclore, aproveite para contá-las aos seus filhos, mantendo viva a cultura nacional.
 
Essa pode ser a hora ideal para descobrir ou redescobrir a vasta obra de Monteiro Lobato, escritor brasileiro que dedicou a maior parte de sua obra às histórias infantis. Como os famosos contos de fada não necessariamente refletem a cultura brasileira, o uso das obras de um autor nacional, que se baseou no folclore brasileiro para criar suas histórias, trará um senso de familiaridade a seus filhos. Você pode começar com o clássico “Sítio do Picapau Amarelo”.
 
 folclore1

Ciranda

 As cantigas de roda são as que mais nos remetem à nossa infância. São várias músicas que podemos usar para fazer uma ciranda com as crianças e ensiná-las a cantar esses clássicos de gerações. Quem não se lembra da cantiga do peixe vivo?
 
Como pode o peixe vivo
 
Viver fora da água fria
 
Como pode o peixe vivo
 
Viver fora da água fria
 
 
Como poderei viver
 
Como poderei viver
 
Sem a tua, sem a tua
 
Sem a tua companhia
 
Sem a tua, sem a tua
 
Sem a tua companhia
 
 
Os pastores desta aldeia
 
Já me fazem zombaria
 
Os pastores desta aldeia
 
Já me fazem zombaria
 
 
Por me verem assim chorando
 
Por me verem assim chorando
 
Sem a tua, sem a tua
 
Sem a tua companhia
 
Sem a tua, sem a tua
 
Sem a tua companhia

Sobre o Autor

Thais Oliveira Santos

Jornalista de profissão, sagitariana nata, otimista sempre.De todas as coisas que eu gosto, escrever está entre as 5 melhores. Ser mãe me mostrou uma pluralidade incrível e uma tolerância notável. De tudo que passei, não mudaria nada pra chegar até aqui.

Sem Comentários

Deixe uma resposta