Teatro Infantil: É Doce ou Salgado retrata a diversividade para as crianças

Teatro Infantil: É Doce ou Salgado retrata a diversividade para as crianças

O respeito pelas escolhas de cada um para que haja igualdade de oportunidades de participação, reconhecimento e valorização na sociedade é o que retrata o teatro infantil “É Doce ou Salgado” do coletivo Sanatório Geral apresenta nesse domingo (dia 15) e no próximo (dia 22) as 16h na Pinacoteca Benedito Calixto. É uma ótima dica de cultura, com entrada franca, com tema bem bacana para ser explorado em família.

É Doce Ou Salgado propõe uma reflexão sobre nossos papeis na sociedade, com o objetivo de conscientizar as crianças sobre o direito às escolhas, para que todos vejam uns aos outros como iguais, sem discriminação e preconceito, sem distinção de cor ou gênero. É muito bacana as famílias conversarem e abordarem esses temas, precisamos emponderar nossas crianças e principalmente educar para aceitar o diferente e multiplicar o amor.

A história conta que a Rainha Açúcar e a Rainha Sal entram em guerra no Reino da Comida para que todos os alimentos e temperos decidam se são salgados ou doces.Mas a Pimenta luta para que cada um seja o que bem quiser. Ora denominando-se do sexo masculino, ora do feminino, ela trava uma luta árdua em defesa da igualdade e liberdade de escolha dos súditos.

Com direção de Betinho Neto e Miriam Vieira, o espetáculo reúne em seu elenco as atrizes Liliane São Paulo, Sarah Antunes e Amanda Franco. A trilha sonora original é de Bruno de La Rosa, com figurinos de Waldir Correia, adereços de Marcia Alves, coreografia de Paula d’ Albuquerque e maquiagem de Kadu Veríssimo e Renata Carvalho.

SERVIÇO

15 e 22 NOVEMBRO / DOM

16h –  Pinacoteca Benedito Calixto

Endereço: Endereço: Av. Bartolomeu de Gusmão, 15 – Boqueirão, Santos – SP,

Entrada franca.

Sobre o Autor

Thais Oliveira Santos

Jornalista de profissão, sagitariana nata, otimista sempre.De todas as coisas que eu gosto, escrever está entre as 5 melhores. Ser mãe me mostrou uma pluralidade incrível e uma tolerância notável. De tudo que passei, não mudaria nada pra chegar até aqui.

Sem Comentários

Deixe uma resposta